Archive for Dezembro, 2010

CAAL – Actividade da Rocha da Pena (Algarve)

Oi Pessoal!!!

Este fim-de-semana realizou-se mais uma actividade do CAAL (Clube de Actividades de Ar Livre), desta feita foi na Rocha da Pena no Algarve. Mais uma vez o tempo ajudou, visto que vínhamos de uma semana chuvosa, mas no fim-de-semana esteve muito agradável… sábado com sol e algum (pouco) vento, e domingo esteve nublado mas daqueles dias em que a temperatura está absolutamente perfeita, nem quente nem frio. Só apanhámos chuva na auto-estrada já na viagem de regresso 🙂

A actividade em si foi um sucesso, com um total de 63 participantes, o que é um record para as actividades realizadas em Portugal pelo CAAL.

O spot de escalada é composto por 13 sectores de pedra calcária onde se pode experimentar desde escalada desportiva, a escalada clássica e também boulder. As vias são essencialmente compostas por sextos graus, poucos sétimos, e alguns quintos e quartos ainda consideráveis, mas essencialmente, muitos sextos.

Como éramos muitos, fomo-nos dividindo por grupos para ficarmos espalhados pelos diversos sectores. A nós calhou-nos o sector 1 “Kimosabi”. O nosso grupo era composto por mim (Nuno), o Vasco, o Filipe e o Nuno Gonçalves. O sector ía de V+ a 7a… o V+ era clássica (pra esquecer), o 7a era muito duro para nós, então aquecemos no “Estrunfina-6a” e depois passámos (eles passaram 🙂 ) ao “Flash-6b+”.

 

O gang...Nuno, Filipe e Vasco.

O Vasco na "Flash"

e o Filipe na mesma via...

Daqui fomos visitar os sectores do lado. No sector 2 aconselho a via “Bonneli Express-6b” que dá nome ao sector, e que é muito bem cotada por vários escaladores. Depois passámos ao sector 3 (Finger Party) onde nos encontrámos com a Sophie e o Luis. Aqui experimentámos a “Portugueisha-V+” (que eu aconselho a quem anda nos 5ºs graus), a “Chicken George-6b” e a “Shortcut-6a”.

 

O Nuno Gonçalves a apertar no inicio duríssimo da "Chicken George"

Eu, na "Portugueisha"

E assim se fez o dia!

No domingo calhou-nos o sector mais duro de todos, o sector 12 (Groben Problem) com vias de 6a+ a 7c+, no entanto fomos primeiro aquecer para o sector “Águia” que tem vias mais acessíveis.

O Filipe na "Aguia"

 

Depois de algumas vias encadeadas neste sector fomos então visitar o sector “Groben Problem”… e embora seja o sector mais duro, é também o mais bonito visto que se situa numa plataforma elevada com uma bela vista para o vale, ora vejam!

 

...

Vasco na "Kamet-6c"

Ainda não satisfeitos, saímos do sector 12 para o sector 6 🙂 onde ainda houve força para fazer a via “Escadas do Inferno-V+”, a “Morte-6a+” e a “Horror Tremens-6b+” e para acabar voltámos ao sector 9 para acabar em beleza na via “Deja Vu-V+” que foi talvez a via que eu mais gostei, muito boa mesmo, ao estilo da “Caravela Virtual” na Guia 😉

Aqui o Filipe já dormia 😀

Resumindo foi um belo fim-de-semana, com muita escalada e bom convívio.

A repetir!!!

Adeus Algarve, até á próxima!

 

Anúncios